5 DICAS SOBRE O ALEITAMENTO MATERNO

0
967
aleitamento materno
5 DICAS SOBRE O ALEITAMENTO MATERNO
5 (100%) 4 votes

Você sabia que o processo de amamentar faz com que seu organismo produza hormônios relacionados ao prazer e bem-estar? Não?! Mas que o aleitamento materno é uma das etapas mais importantes no que diz respeito ao vínculo entre mãe e bebê você já sabia, certo? 

Pois bem, além dessa questão que envolve os laços afetivos e uma sensação de conforto e tranquilidade, o aleitamento materno também tem seus benefícios em relação à saúde: de ambas as partes!

Para as mamães, o simples ato de amamentar reduz os riscos de câncer de mama, o que por si só já o torna importante. Para os pequeninos, o leite materno é o alimento mais completo que existe em termos nutritivos, sem contar que a substância auxilia no combate às infecções.    

Vale ressaltar que o Ministério da Saúde recomenda que a amamentação seja exclusiva até os 6 meses, ou seja, o único alimento nesse período deve ser o leite materno. Quando possível, deve ser mantido como forma de alimentação suplementar até os 2 anos de idade. 

Em vista disso, preparamos este artigo que apresenta 5 dicas sobre o aleitamento materno que certamente lhe ajudarão nessa fase. Continue a leitura e confira!

1. Procure por um lugar calmo e tranquilo

Para começar, procure por um lugar calmo e tranquilo no qual o aleitamento materno seja prazeroso tanto para você quanto para o neném. Opte por ambientes mais silenciosos e sem distrações, e que permita que você se conecte ao bebê por meio da voz, toque e olhar.

Não se esqueça de se posicionar de modo confortável: suas costas devem estar bem apoiadas e os pés sobre um banquinho, por exemplo. Enfim, conforto é essencial.    

2. Deixe o pequenino com o corpinho alinhado

Outro ponto que pode interferir na qualidade do aleitamento materno é a posição do bebê. Deixe ele bem pertinho de você e com o corpinho alinhado, isto é, que não precise virar a cabecinha para mamar: pegue-o no colo com a cabecinha apoiada no seu antebraço e a barriguinha em contato com o seu corpo, de forma estável e acolhedora

3. Preste atenção à pegada ao peito

A pegada ao peito, ou melhor, a má pegada, é a principal causa de dor ou desconforto na amamentação. Muitas mulheres acham que o bebê deve abocanhar somente o mamilo, quando na verdade o correto é que ele abocanhe toda a aréola (área escura ao redor do mamilo). 

Por isso, preste atenção e veja se a criança está fazendo a pegada correta. Caso ela esteja “apertando” apenas o bico do peito, o aleitamento materno não será eficiente e provavelmente lhe causará um pouco de sofrimento.

Ao notar esse “erro de encaixe”, faça o seguinte:

  1. Coloque seu mindinho na boca do bebê para fazê-lo soltar o peito.
  2. Pressione a aréola com a mão em forma de “C”, contornando-a por inteiro.
  3. Traga a boca do pequenino até o peito. 

Faça esse procedimento até que a pegada esteja correta. Para forçar a saída do leite é preciso pressionar toda a aréola, ok?

4. Retire o excesso de leite antes de iniciar o aleitamento materno

Você notará que algumas vezes suas mamas estarão muito cheias, dificultando a pegada (correta) do bebê ao peito. Quando isso ocorrer, retire o excesso de leite antes mesmo de começar a amamentá-lo.

Para fazer isso, basta apenas massagear a região da aréola e realizar a ordenha manual. Não se preocupe com o leite jogado fora, pois ele não fará falta alguma no futuro.  

5. Cuide da saúde das mamas

Cuide da saúde das mamas, grave bem essa dica! No período do aleitamento materno, é totalmente possível que os mamilos rachem e fiquem doloridos. Nesse caso, não há nada melhor para recuperar a região do que o próprio leite: após amamentar a criança, passe o que sobrou da substância no mamilo afetado e na sua aréola, e deixe-o secar.

O ideal é manter a pele das mamas sempre seca, evitando o uso do sutiã quando o acessório não for necessário. Banhos de sol de 15 minutos ao dia ajudam bastante, já que a luz solar é o melhor “tratamento” para a cicatrização. 

Para concluir, é preciso deixar claro que o aleitamento materno é um processo que exige prática e perseverança. Não pense que é fácil, especialmente nos primeiros dias quando mãe e bebê ainda estão se acostumando um com outro. 

Pouco a pouco você perceberá que amamentar o seu filho se tornou algo natural e rotineiro, sem muitas dificuldades. Lembre-se de que essa fase é única, um momento no qual os laços entre mãe e bebê ficarão ainda mais fortes. Qualquer incômodo e desconforto que possa vir a ocorrer não será suficiente para abater a magia que envolve a amamentação.

E você, o que achou das nossas 5 dicas sobre o aleitamento materno? Gostou? Então siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as nossas novidades. Estamos no Facebook, Instagram e Twitter!