5 RECEITAS DE PAPINHAS PARA BEBÊ

0
295
Papinhas para bebê
5 RECEITAS DE PAPINHAS PARA BEBÊ
5 (100%) 2 votes

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, o aleitamento materno deve ser exclusivo até os 6 meses de vida da criança. A partir de então, recomenda-se iniciar o processo da introdução alimentar, e nesse sentido não há nada melhor do que as papinhas para bebê.

Apenas para que fique claro, nesse primeiro momento as papinhas não devem substituir a amamentação, mas sim funcionar como alimentos suplementares ao leite materno, ok?

Além disso, lembre-se de utilizar ingredientes de boa procedência e sempre lavá-los muito bem, isso é muito importante. O sistema digestivo dos bebês pode ainda não estar preparado para as possíveis infecções que possam vir a ocorrer.

Dito isso, vamos agora ao que de fato pretendemos aqui, lhe ajudar a criar um cardápio saudável e variado. A seguir, veja 5 receitas de papinhas para bebê. Não perca!

1. Papinha de chuchu com cenoura

Ingredientes

  • 1 colher (chá) de óleo vegetal;
  • 1 colher (chá) de cebola picada;
  • ½ chuchu pequeno cortado em cubinhos;
  • ½ cenoura pequena cortada em cubinhos.

Modo de preparo

Em uma panela, despeje o óleo e o aqueça: adicione a cebola e refogue. Depois, acrescente a cenoura, o chuchu e também a água, em uma quantidade que cubra os ingredientes.

Feito isso, tampe a panela e cozinhe os legumes em fogo baixo até que fiquem bem macios. Ao ficarem prontos, amasse-os com um garfo e aguarde eles esfriarem um pouco. Sirva.

2. Papinha de frango com batata e cenoura

Ingredientes

  • 1 colher (chá) de óleo vegetal;
  • 1 colher (chá) de cebola picada;
  • 1 cenoura pequena cortada em cubinhos;
  • 1 batata pequena cortada em cubinhos;
  • 2 colheres (sopa) de frango desfiado (ou cortado em cubinhos bem pequenos).

Modo de preparo

Coloque o óleo em uma panela e refogue a cebola e o frango. Adicione a cenoura e a batata. Em seguida, cubra os ingredientes com água: deixe cozinhar até que eles fiquem bem macios. Ao estarem prontos, amasse-os com um garfo e espere até que esfriem um pouco. Sirva.

3. Papinha de carne, batata e beterraba

Ingredientes

  • 1 colher (sobremesa) de óleo vegetal;
  • 1 colher (chá) de cebola picada;
  • 1 batata média cortada em cubinhos;
  • 2 colheres (sopa) de beterraba em cubinhos;
  • 2 colheres (sopa) de carne desfiada.

Modo de preparo

Primeiramente, cozinhe a carne em uma panela de pressão e depois a desfie. Em seguida, aqueça o óleo em outra panela e refogue a cebola e a carne já desfiada: adicione a batata e a beterraba.

Na sequência, cubra a mistura com água, tampe a panela e cozinhe os ingredientes até que estejam bem macios. Amasse-os, aguarde esfriar e sirva.

4. Papinha de frango, espinafre e batata doce

Ingredientes

  • 1 colher (chá) de óleo vegetal;
  • 1 colher (chá) de cebola picada;
  • 1 batata doce pequena cortada em cubinhos;
  • 2 colheres (sopa) de espinafre picado;
  • 2 colheres (sopa) de frango desfiado (ou cortado em cubinhos bem pequenos).

Modo de preparo

Em uma panela, adicione o óleo e refogue a cebola e o frango: acrescente a batata doce. Cubra os ingredientes e os cozinhe até que estejam bem macios. Em seguida, coloque o espinafre e deixe cozinhando mais um pouquinho. Quando pronto, amasse tudo com um garfo e sirva.

5. Papinha de manga

Um pouco diferente das demais está a papinha de manga, que nesse caso é preciso apenas descascar a fruta e retirar o caroço: corte-a em pedaços bem pequenos e a amasse com um garfo. Além de saborosa, a manga é uma fruta rica em ferro, potássio e magnésio. Os bebês adoram!

Observações para o preparo de papinhas para bebê

Antes de concluirmos este artigo, daremos algumas dicas importantes no que diz respeito ao preparo de papinhas para bebê. O primeiro se refere ao uso do sal: quanto menos melhor (se preferir não utilize).

E o outro cuidado é sobre a consistência da papinha. Aqui, os ingredientes devem estar completamente amassados, ou seja, sem nenhum pedaço aparente. Uma dica é passá-los em uma peneira.

De qualquer forma, essas receitas servem como uma base para as primeiras “experimentações”. Desse modo, você saberá o que agrada e não agrada o paladar do seu pequenino.

Se você gostou deste artigo e quer ficar por dentro de outros assuntos sobre a alimentação dos bebês, assine a nossa newsletter agora mesmo e receba os melhores conteúdos diretamente em seu e-mail!